sexta-feira, 31 de maio de 2013

Minha participação em uma reportagem especial para o Bom Dia Ceará

video

É muito bacana poder apresentar sua história e com isso poder inspirar outras pessoas!

Sofri com obsesidade mórbida grave por muito tempo. Tinha um IMC acima de 40, um peso de 136 kg para a altura de 1,77m. Tudo consequência grave de uma vida sem exercícios físicos e sem uma dieta balanceada, além dos "big tastys" da vida, que eu insistia em comer, pasmem, às vezes, até dois por dia, um no almoço e outro antes do jantar. E como todos sabem, gordura não perdida é gordura que se acumula.

A reportagem do vídeo acima é apenas a ponta do Ice Berg. Foi preciso pensar bastante, na verdade, o que eu queria mesmo era a cirurgia. O tempo para perda de peso seria bem menor. Tem gente que perde 30 kilos em menos de 3 meses. Mas resolvi encarar o caminho difícil, o da dieta e dos exercícios físicos.


Crônica | "Se vira nos 30"


É, nessa data querida importante é agradecer, sobretudo a Deus, pois o Senhor é quem enche nossos anos de dias... Com saúde, força e fé para vencermos cada dia o seu próprio mal. Obrigado meu Deus!

Mas ao contrário do Romário, que segundo ele, Deus olhou-o e supostamente teria dito: "Esse aí é cara". Claro, polêmicas a parte na minha vida, olho para trás e nesses 30 anos vejo que Deus olhou para mim com sua infinita graça, misericórdia e amor e cravou: "no mundo terei aflições"... Quem me conhece de longa data sabe de cada dificuldade e cada etapa difícil que tive que perpassar... E foi sempre assim, desde a infância, com doenças graves, como coqueluche, catapora antes dos 2 anos de idade e acredite, até desnutrição com dificuldade para engordar.

Chegar aos 30 em boa forma e com algumas poucas conquistas como 3 cursos de nível superior, o que não demonstra a realidade vivida, como ter que fazer 12 cadeiras em um mesmo semestre e no mesmo turno, e ainda ter que trabalhar duro, tudo para não perder uma bolsa de 100%, onde parecia que eu precisava de 30 horas por dia. Aí veio a primeira vez em que eu precisei lutar contra uma doença chamada obesidade pela primeira vez, foi uma árdua batalha. Conseguir vencê-la e concluir uma das faculdades, no caso Gestão de Rh.

Isso mostra uma outra face, onde Jesus também falou a mim: "tende bom ânimo, pois eu venci o mundo!" E ainda diz "aquele que perserverá receberá a coroa da vida" e acho que minha marca, antes da superação é a perserverança e a esperança de que dias melhores ão de vir, o melhor ainda estar por vir.

Troquei de empresa, ajustei os horários (trabalhar em horário comercial e estudar a noite). E a luta desenfreada e frenética do dia-à-dia na busca de minhas conquistas profissionais fez com que me descuidasse novamente do corpo e novamente ela estava de volta e ainda mais forte, a obesidade. Agora em sua fase mais forte, obesidade mórbida grave e um IMC de 40, ou seja, estado gravíssimo de excesso de gordura.

Lógico que de cara a primeira alternativa seria fazer a cirurgia bariátrica (redução dado estômago) método mais fácil e rápido de perder gordura e emagrecer. Mas quando recebi a receita médica e os inúmeros riscos de morte que o procedimento traz e que você precisa assinar a ciência de tais riscos e isentar a equipe médica das responsabilidades. Resolvi tentar pelo outro método, mas longo, difícil e lento à saber: exercícios físicos.

Fiz a matrícula para natação 3 vezes por semana. 8 meses depois me matriculei na academia. Mais 5 meses depois comecei a correr (na 9ª Meia Maratona de Fortaleza). Ainda não satisfeito parcelei uma bicicletinha em 12 vezes e mais 5 meses participava da minha primeira prova de Triathlon do SESC. Daí já havia perdido, sozinho, 21kg. Saindo de 136kg para 115kg, peso que fiquei por quase um ano. E outras provas/modalidades vieram.

Há exatos 120 dias iniciei uma dieta para dar um novo estímulo para perda de peso, consegui hoje realizar a primeira parte dos objetivos que queria com a dieta, ficar com um peso que precisasse somente de dois dígitos para dizê-lo e finalmente chegou depois de logos 6 anos, posso utilizar apenas 2 dígitos para falar meu peso. Claro que ainda tem uma longa viagem e outros objetivos virão e novas dificuldades/aflições aparecerão, mas sei que Ele está comigo para chegar e conquistar cada vitória.

Hoje me tornei referência em qualidade de vida e esportes. Exemplo de dedicação onde atuo profissionalmente e de força de vontade e superação. Em cada evento, cada medalha, cada resultado superado como o de hoje em correr 10km pela primeira vez; cada gota de suor derramada, representa essa preservação em acreditar que o dia de amanha será ainda melhor e dizer que aos 30 o "se vira nos 30" nunca foi tão presente nesse anos, mas que venham mais 30 e outros 30, dias repletos de esperanças e vitórias que Deus me permita ter.

Agradeço também cada recadinho que recebi de aniversário. Agradeço a cada um que torce por mim; que ajuda também nas dificuldades; nos eventos; que vai lá dar aquela força; sozinho eu realmente não poderia fazer nada disso. Foi exatamente com auxílio dos mais chegados que foi possível cada uma dasminhas conquistas, não citarei nomes para não cometer injustiça. Mas cada que contribuiu de alguma forma fica aqui meu muito obrigado e vamos juntos para os próximos 30.

#TamuJunto